"A vida não é medida pelo número de vezes que se respira, mas pelos momentos em que se perde o fôlego."

Perfil

//mais sobre mim

Arquivo

Posts

Domingo, 30 de Setembro de 2012

Tumblr_mb31tcbit01rx1ezto1_400_large

Preciso de um dicionário mental para os meus próprios pensamentos.

Se não me olha-se ao espelho e me beliscasse para acreditar que estou acordada, diria sem qualquer vacilo que não passo de um sonho ambulante nas noites de um qualquer perturbado mental.

 

 

publicado por mac às 01:38
tags: , ,

Sábado, 29 de Setembro de 2012

Photography-c3c2f36ee42d84f488cb4c06bb8ec9e1_h_large

Já se sente o frio.

É Outono e o tempo faz questão de nos demonstrar isso. Visto a t-shirt e enfio um casaco fininho por cima antes de sair de casa.

Passeamos pelo parque e sinto o vento cortante em ameaça de chuva. Irriça-se a pele nos braços e sinto falta do calor que ainda no outro dia me beijava a pele e já me mata de saudades.

Aquece-me de entremeio, a conversa, parecendo escassa quando me remeto ao silencio por momentos cansada de me ouvir a voz.

Tenho sempre medo quando um olhar me quer dar mais do que consigo receber.

Na minha redoma só eu consigo caber.

 

publicado por mac às 01:12

Segunda-feira, 03 de Setembro de 2012

418844_274199589363032_1811570137_n_large

Totalmente sem sentido.

Ainda está para vir o dia em realmente farei sentido na loucura desmedida que por vezes me toma conta do pensamente e me controla cada músculo que me faz.

 

publicado por mac às 16:45
tags: ,

Quinta-feira, 09 de Agosto de 2012

Tumblr_m6z8sctvak1rw5n2po1_500_large

Há pessoas com dupla personalidade, no meu caso é mais duas identidades físicas. Basta-me atar o cabelo num tótó para ser outra pessoa.

Ia a passar e encontrei uma amiga com a mãe. Cumprimento-as e a mãe dela fica a olhar para mim espantada com um "não conheço, quem é filha?". Começo a rir e tento pacientemente explicar que sou a rapariga que lá esteve a jantar à uns tempos em casa, com cabelo aos caracóis... E ela parecendo que se fez luz "ahhh aquela com os caracóis que o teu primo gostou muito. Olha X não pareces mesmo nada tu assim com o cabelo" ao que eu limitei-me a encolher os ombros e acentir.  Não é a primeira, nem segunda nem terceira e desconfio que não irá ser a última vez que me dizem isto, acho que já me habituei a não ser reconhecida quando estou de cabelo apanhado...

 

publicado por mac às 22:44

Sábado, 21 de Julho de 2012

Tumblr_m6yhjdqom81qdg1yho1_500_large

Tenta por todos os meio encaixar-se na minha vida com a mesma mestria com que contorno cada machadada que ele lança à minha muralha.

Sou coração independente que não quer sair do sossego de uma vida que nega a si mesmo.

Há coisas que de tanto querer não se sabe aceitar quando dos aparecem.

E, então, faço as contas mentais e pondero a versão do arrependimento que nem terá tempo de chegar. Na maioria dos casos foi o meu "não" que permitiu que encontrassem logo de seguida o amor das suas vidas. Já me aconteceu vezes suficientes para criar uma regra em vez de um acaso. Eu sou apenas o rito de passagem da infelicidade antes da felicidade que chega em força, sempre foi assim. Algum sorriso isso me tem de dar em vez de qualquer réstia de arrependimento de não ter conseguido amar quem agora está mais feliz que nunca.

 

publicado por mac às 23:30