"A vida não é medida pelo número de vezes que se respira, mas pelos momentos em que se perde o fôlego."

Perfil

//mais sobre mim

Arquivo

Posts

Domingo, 22 de Julho de 2012

217381_large

Percebe-se que se odeia mesmo o nosso local de trabalho quando nos obrigam a trabalhar duas semanas seguidas sem folgas e ainda nos espetam turnos de doze horas, sabendo que não nos dão nem mais um cêntimo por isso.

Eu não sou médica, eu trabalho numa LOJA só tenho direito a uma folga semanal que não pode nunca ser a um sábado/domingo e recebo o ordenado mínimo.  

F%$#-$%!

publicado por mac às 23:14

Sábado, 21 de Julho de 2012

Tumblr_m6yhjdqom81qdg1yho1_500_large

Tenta por todos os meio encaixar-se na minha vida com a mesma mestria com que contorno cada machadada que ele lança à minha muralha.

Sou coração independente que não quer sair do sossego de uma vida que nega a si mesmo.

Há coisas que de tanto querer não se sabe aceitar quando dos aparecem.

E, então, faço as contas mentais e pondero a versão do arrependimento que nem terá tempo de chegar. Na maioria dos casos foi o meu "não" que permitiu que encontrassem logo de seguida o amor das suas vidas. Já me aconteceu vezes suficientes para criar uma regra em vez de um acaso. Eu sou apenas o rito de passagem da infelicidade antes da felicidade que chega em força, sempre foi assim. Algum sorriso isso me tem de dar em vez de qualquer réstia de arrependimento de não ter conseguido amar quem agora está mais feliz que nunca.

 

publicado por mac às 23:30

Quinta-feira, 19 de Julho de 2012

As pessoas por vezes caem no erro de se tornarem previsíveis.

Depois há aquelas de quem gostamos e vamos tolerando esperando solemente que o motivo mais válido seja o de um qualquer sentimento bom.

 

publicado por mac às 21:51

Quarta-feira, 18 de Julho de 2012

Bicht-girl-favim.com-467084_large

Fogem as palavras do que devia ser simples.

Daquilo que se imagina que faz bem ao peito numa forma de amar e respirar os outros. Querer bem sem saber o porquê da história que nos adorna a pele que envelhece de dia para dia.  

Se não existisse iria-se sempre inventar. O presente é enebriante que chegue por um pretérito imperfeito inteiro por viver, à espera de se eternizar num mero suspiro ao ouvido.

 

publicado por mac às 01:11

Terça-feira, 17 de Julho de 2012

167618417350721441_yexdxvbg_c_large

Há pessoas com uma capacidade incrível de causar urticária.

Devia haver um repelente qualquer que mal a víssemos aproximar fosse só borrifar um pouco à volta e puff: adeus.

 

publicado por mac às 11:34