"A vida não é medida pelo número de vezes que se respira, mas pelos momentos em que se perde o fôlego."

Perfil

//mais sobre mim

Arquivo

//pesquisar
 
//mais sobre mim
//comentários recentes
Estou a torçer para que sim. Recuso-me a pensar no...
AmigaVai correr tudo bem vais ver.Eu sei que sim.U...
Que grande coinciencia mesmo :P ja nos habituámos ...
//arquivos
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


//subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

Posts

Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2013

165065_400567973353190_61699995_n_large

Sai-me erro atrás de erro como se conspirasse para me sabotar a mim mesma. Engraçado como o medo por vezes consegue dominar aquilo que pensamos ter definido.

Estou tão amarrada à minha zona de conforto onde não deixava ninguém entrar, que agora ao querer escancarar-lhe as portas e janelas perco o controle de mim mesma... Entro em rota de colisão entre a minha vontade dele e uma falsa consciência que me segreda baixinho ao ouvido o quanto não o mereço.

A minha fragilidade num frente a frente com a miúda caprichosa que diz que está sempre bem.

Todos falam de como é bom gostar de alguém mas ninguém fala do medo de perder que cresce proporcionalmente a isso. 

Não gosto dele como no primeiro dia, gosto um pouco mais todos os dias.

Gosto-o a ponto de o deixar ir embora da minha vida se isso o fizesse feliz. Porque o gostar não é feito de correntes nem cadeados, não castra nem restringe, não prende nem sacrifica.

Gostar é uma dança que nos põe o mundo aos pés num compasso onde não se sabe se se vai ou não chegar.

Às vezes é preciso adormecer quando tudo o resto parece doer. Amanhã será sempre amanhã.

 

publicado por mac às 23:21

Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2013

The-impossible-movie-2012_large

Não se ouvia comer uma pipoca, não se ouvia mexer, não se ouvia um único som nem se via um único movimento para além daquele que a tela emanava.

Há filmes assim, que prendem a atenção de tal maneira que o tempo parece passar a compasso rápido e a respiração contrasta em câmara lenta a acompanhar vidrada cada gota de história.

 

publicado por mac às 00:33
tags: ,

Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2013

Tumblr_mgumgw5kzn1r0i9t4o1_500_large

Às vezes estou nos teus  braços e pergunto-me quando é que o destino me vai dar um safanão ao estilo do acorda que para dormir já bastam as noites não queiras também os dias.

Fica comigo, não me largues a mão. Contigo sei, que os sonhos também se fazem de olhos abertos.

  

publicado por mac às 01:33

Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2013

149299_422922144405436_160191348_n_large

Gosto de dentes de leão, de os soprar e vê-los dançar á minha volta.

Prefiro pensar que todos precisamos de um sopro e depois outro e mais um. Assim, para dançar sem parar no reboliço que nos compõe até por fim parar mas preenchidos, cansados e saciados de tudo o que havia para viver.

publicado por mac às 01:50

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

Tumblr_md6iulcy9t1qdl340o1_500_large

Ora depois de dois dias sem água e sem rede de telemóvel... e três dias sem electricidade... Parece que a civilização regressou à normalidade.  

Só damos real valor às coisas básicas do dia a dia quando ficamos sem elas. Ahhh mas andava tudo muito romantico a jantar à luz das velas, ahh deitavas-te mais cedo, ahhh poupavas energia... Ok tudo bem, mas sentia falta de um duche, de não me despir e vestir à luz das velas, de poder acender uma luz e ficar acordada a ver um filme.

Gosto das pequenas rotinas triviais.

publicado por mac às 11:25